21 dezembro 2016

Porto

A vida pode ser leve
Por mais que seja menina
E por mais que possa ser breve

É o acaso que faz a sorte?
Como fomos nos encontrar?
Que coisa repentina e maluca
Que força há neste lugar!

Uma mímica, um sorriso
Muito pouco pra justificar
Mas cada segundo que passa 
Encho os olhos pra te falar

Vai fazer falta menina,
Não sei bem te explicar,
Mas me sinto privilegiado
Pois cada estrela têm seu mar

Volte feliz pro seu porto,
Mas nunca atraque por lá.
A vida é breve menina,
Um sopro...

E já se atravessou o mar.

Tho Benite

15/12/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário